Depois da chuva

Depois da chuva

Vai ser pra sempre. Foi o que combinamos naquela tarde depois da chuva ainda molhados no café de sempre. O nublado lá de fora, o garçom de sempre, o gosto das coisas e da gente ali sentados vendo o tempo passar de pressa porque os ponteiros enlouquecem quando é amor....
Erodes

Erodes

Foi tudo muito, muito simples: a Mãe, o Pai e o Rebento ali na Manjedoura. Desde há muito não se acolhem as famílias, as crianças nascendo, exatamente como faremos nesse Natal. Cada um de nós de portas fechadas, de muros altos esquecendo dos que nascem pobres, longe...
Fazes-me falta

Fazes-me falta

Fazer amor não existe. O amor não se faz. O amor desaba sobre a gente! Em “Fazes-me falta”, a escritora portuguesa Inês Pedrosa lembra a gente que o amor não segue regulamentos, não obedece regras, não se submete as convenções, não se faz, desaba sobre a gente porque...
Pênia e Poros

Pênia e Poros

O amor fez mais feridos do que qualquer guerra! O amor é filho de Pênia, deusa da escassez, de onde derivam palavras como penúria, e de Poros, deus da abundância, ensina Platão na consagrada obra “O Banquete”. Eros é, portanto, filho do que sobra e do que falta. E é...